Publicado em 30 de maio de 2012 às 17:31

Engenheiro defende descentralização do atendimento da Anac

O engenheiro mecânico aeronáutico Celso Faria de Souza defendeu a regionalização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Segundo ele, a descentralização dos serviços — hoje concentrados em São Paulo, Rio e São José dos Campos — em 27 regionais facilitaria a análise de projetos e melhoraria o atendimento.

Ele participou de uma audiência pública sobre manutenção de aviões na Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil.

“Uma pessoa que deseja comprar uma aeronave em Manaus, tem que emitir o documento no Rio de Janeiro. Um helicóptero, para acoplar um GPS, tem que ser deslocado para São Paulo”.

Para o inspetor de manutenção da Helisul Táxi Aéreo, Salvador Coutinho Rodrigues, não deveria haver tempo de experiência para habilitação técnica de um mecânico, pois, em sua opinião, a empresa sabe como o seu funcionário trabalha e se ele está preparado.

Segundo a proprietária da Voar Globo Aviação, Alessandra Azeredo Abrão, atualmente é mais vantajoso que uma aeronave de grande ou médio porte faça manutenção no exterior.

Fonte: Agência Senado